10 fatores para analisar antes de criar seu aplicativo

Listamos neste post para o blog, 10 fatores importantes que não pode ser negligenciado, pois analisar isso antes te ajudará a começar do jeito certo, imagina você pagar por um desenvolvimento de aplicativo a um programador, se não tem anotado as informações básicas para tomadas de decisões.

 

Atuamos em desenvolvimento de aplicativo a mais de 5 anos e já passou por nós vários clientes, uns que ainda estão ativos até hoje e outros que desistiram do seu projeto, dois de 10 pontos aqui citados a empresa App Maria é expert no assunto, o item 7 e 10 depende de terceiros, mas estamos sempre em parceria para atender o cliente.

 

Vamos aos fatores em ordem de execução:

 

  1. Público alvo
  2. Objetivo do aplicativo
  3. Concorrência
  4. Permissões do aplicativo
  5. Qual linguagem usar?
  6. Infraestrutura básica para funcionamento do aplicativo
  7. Política de privacidade
  8. Classificação indicativa
  9. Publicar o aplicativo
  10. Estratégia de marketing

 

  1. Público alvo

No início da nossa empreitada a 5 anos atrás tínhamos algumas dificuldades em trabalhar o público alvo, pois imagina só, estamos falando de públicos em todas as classes, A,B,C e D, todos possuem um smartphone com acesso a lojas de aplicativo (AppStore ou PlayStore) todos os anos mais de 143 bilhões de aplicativos são baixados somente no Brasil fonte, criar um aplicativo em meio a tantos bons aplicativo exige encontrar o público alvo correto, por isso, no processo de prototipagem do aplicativo trabalhamos inicialmente após o briefing a criação de uma persona real.

 

Esse processo de criar uma persona real, fez toda a diferença, pois no fim da prototipagem de aplicativo essa persona participa do teste, ou seja, antes mesmo de gastar com programação.

 

  1. Objetivo do aplicativo

Identificar a necessidade do negócio para criação do aplicativo, vai fazer toda a diferença dos milhões de aplicativo que existe publicado.

  • Seu aplicativo precisa realmente ser criado, ou poderia ser um web progressive app? O item 4 irá nos ajudar a responder esse questionamento também, além do vídeo sobre PWA.
  • Já tem um site e identificou a necessidade de criar um aplicativo?
  • A única forma do negócio existir é através do aplicativo?
    • Ex.: Uber
  • Seu aplicativo irá impactar na adição de serviço para um terceiro
    • Ex.: iFood 
      • Exige atenção do balconista(lojista) para que a triangulação (cliente, lojista e motoqueiro) aconteça perfeitamente.

 

  1. Concorrência

Na consultoria de prototipagem de aplicativo também abordamos o estudo a fundo dos concorrentes caso houver, o que fazer se não houver concorrente do seu aplicativo, procure um aplicativo que se aproxima ao máximo do que você pretende criar.

  • O que analisar no aplicativo dos seus concorrentes?
    • Review da loja! Exatamente, corre lá nas resenhas como é chamado os comentários com as avaliações do aplicativo e veja exatamente o porque o seu concorrente ganhou 5 estrelas e 1 estrela.

 

  1. Permissões do aplicativo

Permissões do aplicativo te ajuda a responder se você realmente deve criar um aplicativo ou simplesmente um PWA (Progressive Web App) resolveria, já que existe funcionalidades que somente utilizando recursos específicos do celular pra existir, poderia listar inúmeros aplicativos nesse sentido como:

  • Instagram
    • Imagina usar o instagram sem o recurso da câmera de celular?
  • Uber
    • Como poderíamos encontrar o cliente de forma rápida se não fosse o recurso de GPS?
  • Waze
    • Quantas pessoas começaram a ter coragem de andar em SP de carro, depois que surgiu o Waze? rsrs (Eu mesmo quando estou em SP de carro, não ando uma quadra sem esse aplicativo).

Saber as permissões do aplicativo necessário para a criação do seu app, vai te ajudar a tomar a decisão também para a escolha do próximo item.

 

  1. Qual linguagem usar?

Falo sobre as 3 camadas de forma detalhada neste post, é importante analisar os itens anteriores e principalmente o custo estimado para o desenvolvimento do aplicativo, mas de forma breve temos:

  • PWA (Progressive Web App)
  • Híbrido
    • React Native
    • Flutter
  • Nativo
    • Swift
    • Kotlin
  1. Infraestrutura básica para funcionamento do aplicativo

Neste item é a escolha do seu servidor, é importante escolher servidor que dá suporte para programação relacionada a aplicativo, essa é a escolha que se for negligenciada por afetar diretamente ao rendimento do aplicativo, em alguns caso não acontece a efetivação do desenvolvimento, pois terá inúmeros bugs, por falta de suporte para linguagens que são específicas para mobile, então qual servidor usar?

  • Tenho um post somente sobre isso aqui, mas em resumo:
    • Amazon
    • Google Cloud
    • Digital Ocean

 

  1. Política de privacidade

Esse item já fez aplicativos ao qual nós desenvolvemos ser retirado do ar, simplesmente por ser negligenciado, embora seja algo relacionado ao jurídico é importante o analise prévio por parte do cliente, é necessário!

 

Após o ocorrido com um dos nossos clientes, como cito acima, ficamos parceira de uma empresa ao qual sempre indicamos aos nossos clientes os seus serviços, pois é uma empresa de advocacia focado em startups e empresas de tecnologia e além de tudo tem como foco a prevenção de problemas estudando por exemplo a fundo a política de privacidade de cada loja de aplicativo.

 

  1. Classificação indicativa

Aparentemente parece ser pouco importante, mas a classificação indicativa defini se o seu aplicativo é para crianças ou não em resumo faz toda a diferença no tipo de linguagem e imagens a serem utilizadas.

 

  1. Publicar o aplicativo

Tenho dois post falando sobre a criação da sua conta de desenvolvedor na Play Store e na AppStore.

 

Mas nesse ponto vou abordar a importância do ASO (App Store Optimization), é a forma de conseguir criar relevância para ser encontrado com palavras-chaves pelo buscador da sua loja, visto que não é possível pagar para impulsionar dentro das lojas a única forma de estar nas primeiras posições do buscador dentro da loja é fazendo um bom ASO do seu aplicativo.

  • Um naming coerente com o objetivo do seu aplicativo
  • Imagens do aplicativo com tópicos da proposta de valor ajuda
  • Texto de descrição com as funcionalidades e objetivo do aplicativo

 

  1. Estratégia de marketing

Quando finalizo a consultoria de prototipagem de aplicativo entrego um protótipo e toda regra de negócio do aplicativo, com todas as diretrizes necessárias para o desenvolvimento, entrego também o orçamento detalhado. 

 

Próximo passo para o cliente é decidir pelo desenvolvimento ou não do protótipo criado, caso seja sim, em paralelo ao desenvolvimento precisa estar ativo também o trabalho de marketing do lançamento e manutenção de marketing do aplicativo, temos parceiros que sempre indicamos também que tem feito um excelente trabalho conosco.

 

Mas sempre nos posicionamos em uma escala de 0 a 100, considerando a missão da empresa App Maria em ser ponte para os clientes atingirem seu objetivo com nossos serviços, consideramos ser 30% (desenvolvimento), marketing 40% e o restante é operacional do aplicativo.

 

A importância desse item é muito grande em um projeto de aplicativo.

Empresômetro e a sua importância no estudo de lucratividade na App Maria

O vídeo contínua aqui no blog, vamos colocar hipóteses chamado “calculo de padeiro” o estudo de lucratividade ajuda a ter uma noção de projeção de entrada de dinheiro, veja a imagem abaixo:

 

De forma simples dos 106.277 empresas do CNAE de cabeleireiro do estado de Minas Gerais, se conseguir converter 10% (10628) apenas desse público no valor mensal de R$ 5,99 o valor mensal chega a R$ 63.659,92.

Em resumo eu uso o Empresômetro na consultoria para ver o tamanho da fatia do bolo que o aplicativo pode atingir de forma concreta, sem achismo, mas com dados reais. E é claro se o cliente quiser contratar outros serviços do Empresômetro eu recomendo, pois é possível ter muito mais dados de cada empresa encontrada, e pode se estender ao perfil de cliente das empresas.

Cada parte do processo de Prototipagem de Aplicativo foi pensado para levantar dados para tomadas de decisões, ou seja, o cliente que contrata tem um dossiê completo do seu projeto, envolvendo inclusive dados do seus concorrentes. O ponto de partida de um projeto dentro da empresa App Maria é a consultoria, pois é mais em conta pagar o valor de R$ 3.200,00 para ter um protótipo navegável e todos os dados para tomada de decisão de desenvolvimento ou não do projeto, em vez de gastar diretamente com o desenvolvimento valores superior a R$ 30.000,00 e descobrir no processo ou na publicação que não dará certo.

 

 

Como iniciar um projeto online com o menor custo possível? MeuApp.Space


Detalhamos aqui o projeto MeuApp.Space, como foi o início, como está e os próximos passos.

Projeto falando no vídeo: https://meuapp.space
Rede Social do projeto MeuApp.Space
Tecnologias utilizadas:
Gateway de pagamento: https://pagar.me
Editor de vídeo: renderforest.com/pt/
Curso de wordpress – Udemy: https://www.udemy.com/course/aprenda-…
Curso Prototipagem de Aplicativo: https://www.udemy.com/course/criar-pr…
DUAS(2) ABORDAGENS DE CRIAÇÃO DE APLICATIVO – Indicações Valiosíssimas

Esse vídeo separei em duas partes para o melhor entendimento:

  1. Aplicativos NÃO publicados em lojas (App Store e Play Store)
  2. Aplicativos publicados em lojas (App Store e Play Store)

Me chamo Luis Nathan, me denomino especialista em protótipo e desenvolvimento de aplicativo, está na Bio do meu instagram e na página do Facebook.

Com a empresa App Maria temos 5 anos de experiência focado em desenvolvimento de aplicativo, tínhamos dedicado todos os esforços em desenvolvimento de aplicativo nativo, tem um vídeo que eu comunico que [Vídeo], que estamos buscando a entender outras tecnologias para o desenvolvimento de aplicativo, a 2 ou 3 anos atrás quem me conhece sabe que era impossível eu falar com entusiasmo sobre as tecnologias que vou abordar, hoje nesse vídeo com vocês.

Então vamos para a parte [Não publicados], quer dizer que são aplicativos que não precisam de serem publicados nas lojas AppStore e Play Store para que o usuário utilize seu aplicativo, os chamados PWAs, eu tenho 2 vídeos aqui no canal que ensino a criar aplicativos PWAs utilizando o Excel do Google, é isso mesmo, para vocês terem uma noção do quanto está simples criar um aplicativo nos dias de hoje, basta entender sua necessidade e se adequar a cada tecnologia disponível no mercado. 

Mas hoje quero mostrar como, que além do PWAs que ensino a criar com o Google Excel, existem outras ferramentas simples de criação de PWA’s incluindo wordpress, ou seja, quem tem expertise com o WordPress, vou mostrar agora quais ferramentas usar para criarem seu PWA, e indicarei tbm na descrição e caso esteja no Blog App Maria, estará no corpo do texto, pois bem, vamos para o checklist das ferramentas:

E pronto, agora você tem um aplicativo PWA e Web pronto para ser usado e testar sua ideia de aplicativo.

Aplicativo publicado em loja [App Store e PlayStore]

Existe a possibilidade de desenvolvimento de aplicativo sem código, sim! Essa é uma febre nos EUA e na Europa, muitas empresas especializada somente em desenvolvimento de aplicativo sem a necessidade codificar uma linha de código. Vou apresentar o principal que eu conheci nesses últimos meses e vou indicar um professor que tem feito muito bem a criação dessa comunidade de desenvolvedores sem código, vou deixar aqui embaixo o seu link de canal do Youtube, para que acesse, ele tem umas aulas de aplicativos que é possível criar gratuitamente com ele em suas playlists do Youtube.

Renato Asse.

  • O bubble.io [ele da a possibilidade de voce publicar seu aplicativo nas lojas]

 

Abordei esse último tópico, porque a intenção do nosso canal no Youtube é ajudar as pessoas e clientes que desejam ter seu aplicativo e sua ideia sendo executada, e aqui está a chave do título desse vídeo: 

Hoje, existem muitas possibilidades de vocês tirarem sua ideia do papel, muitas tecnologias disponíveis para validar sua ideia.

Eu sempre sugiro a criação do protótipo do aplicativo, criei um curso para ajudá-los com isso, estará disponível também aqui na descrição e espero ter dado luz para encorajá-los a executar e com o mínimo de gasto possível criarem seu aplicativo. No curso de prototipagem de aplicativo eu ensino a criar seu aplicativo para conseguir encontrar um programador para executar seu projeto de aplicativo. Com isso economizando em média 40% do desenvolvimento de todo o projeto e principalmente ganhando tempo de liberação do seu aplicativo.

 

10 formas de começar uma ideia milionária

Pesquisamos muito sobre o assunto para falar sobre isso, porque para nós, também são importantes e tentamos diariamente colocar em prática.

Estamos em uma era digital de forma que qualquer pessoa com o mínimo de possibilidade possível, as vezes um smartphone te permite ter uma rede social o que te conecta com o mundo em segundos para você expor sua ideia e lucrar com isso.

Temos muitos cases, exemplo o dropbox, seu primeiro MPV foi um vídeo explicando o que o sistema faria e é um dos projetos até hoje citado do quão simples é você começar um negócio que pode impactar diretamente o mundo de forma positiva.

Veja o video da semana do canal no Youtube App Maria:

 

10 formas de começar uma ideia milionária

  1. Não pense em ideias de negócio
  2. Resolva problemas, não os inventem
  3. “Viva no futuro, então construa o que está faltando nele” – Paul Graham
  4. Encontre um mercado ou uma indústria e se aprofunde
  5. Bons artistas copiam; Grandes aristas roubam
  6. Áreas que estão precisando de projetos
  7. Uber para…
  8. Pergunte a você mesmo
  9. Mantenha-se atualizado em sua área de interesse
  10. Olhe no seu extrato bancário para onde seu dinheiro está indo

 

A App Maria declara hoje, estar do lado do cliente SEMPRE! Veja o vídeo.

Temos tempo e experiência de sobra para falar com autoridade sobre a realidade do mercado atual que vivemos nessa pandemia, quando ficamos travados com a tecnologia nativa e as lojas para lançar um MVP de um projeto teste focado no varejo, dos meses 05 e 06 de 2020 em meio a pandemia do Novo Coronavírus, aqui no Brasil.

Servidores para aplicativos – Qual escolher?

Com base na nossa experiência, tivemos servidores de baixo custo e hoje utilizamos como o principal nos aplicativos desenvolvidos pela App Maria, o servidor do Google, pois além de ser apenas um servidor precisamos levar em consideração vários fatores, que listarei abaixo:

  • Custo benefício
  • Suporte para linguagens mais usadas na web
  • Segurança
  • Facilidade de configuração
  • Ferramentas para desenvolvimento (como functions)
  • Fácil manejo de faturamento

Diante de todos os itens acima, o principal que nos fez escolher o Google Servidores, foi a facilidade de desenvolvimento, pois tem inúmeras ferramentas inseridas e de fácil uso, diferente de servidores que só suportam websites, pois as ferramentas agilizam em torno de 55% do desenvolvimento do aplicativo.

Imagina contratar um servidor que só dá suporte para site, por exemplo, ter que configurar ferramentas como CRONJOB e outras que já vem inseridas e fácil de contratar para o desenvolvimento do aplicativo. Pois bem, isso tudo precisa ser levado em consideração ao contratar o servidor para hospedar o seu aplicativo.

O custo benefício é importante, pois assim que você contrata, até os dias atuais, o Google te dá U$ 300 dólares antes de cobrar no seu cartão de crédito, ou seja, enquanto está sendo desenvolvido a aplicação não é cobrado praticamente nada, começa a ser cobrado um valor de uso apenas após o término desse valor bônus, o que deixa caro o servidor? Geralmente é o banco de dados, pois o processamento precisa ser o máximo otimizado pelo DBA (Administrador de banco de dados).

Em seguida a segurança o Google da ênfase em suas propagandas dizendo sempre que o mesmo servidor do Google é o servidor que fica disponível para contratação, nunca ouvimos dizer que a Google foi invadida né? Então imaginamos que a segurança é excelente.

Existe outro servidor muito bom também que é o Amazon Web Service (AWS), é um preço bom, também tem o benefício de bônus nos primeiros meses para uso e assim como a Google, também é fácil de começar a usar e trabalhar, precisa de configurações do servidor, assim como o Google.

Para aplicativos nós sempre orientamos a aquisição de servidores que conseguem “performar” de forma a escalar grandes números de download e suporte de uso sem perder a qualidade.

Então sim, é importante saber exatamente qual servidor contratar no início do seu projeto, um aplicativo ele começa com zero downloads, mas chega a uma grande quantidade muito rápido, caso haja um MKT para aplicativos, bem aplicado.

Deixe seu comentário e divulgue o conteúdo se achou interessante.

 

[mc4wp_form id=”283″]

Push Notification – Seu contato direto com o seu usuário de aplicativo.

Push Notification é algo muito real, dentro do mundo de aplicativo, da mesma forma que existe a preocupação em falar com seu público de forma externa (redes sociais do seu app ou site), precisa de um cuidado dobrado para enviar o push notification para o seu usuário que tem seu aplicativo baixado.

Utilizamos a ferramenta do Firebase para envio de push notification para os aplicativos de nossos clientes. Existe a própria ferramenta com envio de push notification básico e existe um push notification avançado que fizemos para o dashboard dos clientes da App Maria, nesse push notification avançado, desenvolvemos uma solução para o aplicativo Cantai Sh, que tem como objetivo filtrar muito bem exatamente o que o administrador precisa encontrar, exemplo:

  • Fazer o funil ficar muito pequeno como:
    • Encontrar usuários que são não pagantes
    • Somente android
    • Que tem favoritado uma música (X)

Com isso você envia um push notification personalizado somente para esses usuários.

Como os push notifications pode te ajudar com seu aplicativo?

É o canal direto com seu usuário, com poucas palavras você incentiva seu usuário a usar o seu aplicativo, seja por conta de uma promoção dentro do app, seja pode uma novidade liberada, seja para aumentar o engajamento: Exemplo: Sistema de gamificação dentro do aplicativo o usuário falta (X) pontos para subir o nível e ganhar mais benefícios, deixa programado uma notificação para incentivá-lo a finalizar tal tarefa dentro do aplicativo.

Costumo dizer que o push notification precisa ser pensado e testado, com a freqüência que exige a categoria e importância do seu aplicativo.

Como organizar os push notifications?

Solicite ao DBA (Administrador de banco de dados), os horários que é mais utilizado o seu aplicativo, você terá uma relação de 24h, cada hora a quantidade de acesso, inclua essas informações ao seu marketing, pois a estrutura básica como: persona e público-alvo já estão definidos, e a escolha da linguagem a ser falado são diferentes, mas é o mesmo público, diferente que agora ele/a já usa seu aplicativo. Seja simples e objetivo, chame atenção, mas sem palavras falsos ou algo que remeta que você está forçando a barra.

Utilize técnicas que você já aplicou para as redes sociais, porém será um copywriting melhor.

Como ver a métrica do seu push notification?

Tanto no Firebase que é o push básico quanto no dashboard da App Maria, existe números exatos de quantidade de pessoas que receberam a mensagem e a quantidade de pessoas que abriram a mensagem.

Quem tem usado o push notification com sabedoria?

Tenho acompanhado de perto e registrado com print na tela alguns push notification, como mostro na imagem abaixo:

Vemos 3 push notification de aplicativos diferentes, claramente engajado com seu público.

  • Nike Run Club
    • Campanha da Nike que tem como foco usar suas ferramentas e produtos físicos para nos ajudar a manter um porte físico ou conquistar mérito no meio esportivo, direcionado para a quarentena do coronavírus que impactou o mundo.
  • Call Of Duty
    • Com uma ação importante, identificando que o meu celular ainda não está com a versão atual e precisa de uma atualização, pois somente com essa atualização para conseguir jogar novamente. (Vamos falar sobre atualizações nos próximos post)
  • iFood
    • É um dos melhores aplicativos que sabem utilizar o poder do Push Notification, com copywriting totalmente ligado com a atualidade e é enviado diariamente, porque você come diariamente, bem óbvio eles enviarem todos os dias notiticações.

Conclusão

É a principal arma que o dono do aplicativo tem para engajar o usuários que já tem seu aplicativo, é o contato mais próximo de tudo, não é e-mail e nem rede social, será o PUSH NOTIFICATION, que te deixa em contato direto com seu usuário, entenda seu público e converse de forma objetiva e sempre leve valor agregado nos seus push notification.

Use de forma inteligente é será a principal arma de engajamento que você, terá.

Sempre que enviamos o push notification nos aplicativos dos nossos clientes acompanhamos em tempo real pelo Firebase os acessos é de forma instantânea.

Gostou desse conteúdo, compartilhe nas suas redes sociais. Caso deseja receber tudo sobre aplicativo, cadastre seu e-mail abaixo.

 

[mc4wp_form id=”283″]